Crónicas Mundo ao segundo - Covidiário 11: Quase 130000 novos casos, mortalidade aumenta, Índia com quase 10000 casos, taxa de mortalidade em França dispara 4%, e mais.


por Carlos Bonaparte em 05-06-2020 às 04:28

Todos os dados foram obtidos às 03:41


Destaques



Se quiser, leia o Covidiário de ontem e use-o como termo de comparação.

Dados gerais

No dia de ontem registaram-se 129990 casos e 5499 óbitos. Assim, com 6692686 casos e 392286 mortes, a taxa de mortalidade situa-se nos 5,86%. Parece uma redução, mas isto acontece porque o número de casos é realmente muito elevado. O mais elevado desde que há registo.
Nas últimas 24 horas, 17 países registaram mais de mil casos; destes, 22 registaram mais de 2000; destes, 10 registaram mais de 3000; destes, 4 registaram mais de 8800 casos; e destes, 2 registaram mais de 20000 casos, sendo que o Brasil registou 31890 casos e 1492. De resto foi também o país com mais mortes.
Houve 8 países com mais de 100 mortes por Covid19 nas últimas 24 horas; desses, 4 registaram mais de 270; e desses, 3 registaram mais de mil..

Mais correções em França.

Afinal, a França parece ter uma situação muito mais grave do que aquela que podíamos imaginar. Tudo porque o país retirou da sua lista 37543 casos. Os chamados casos prováveis que estariam a ser contabilizados como certos.
De todas, esta é a maior correção que a França faz, passando, no dia 1 de Junho, de 189220 casos, para 151677 casos no dia 2. Isto fez disparar a taxa de mortalidade, e tornar a França, no país com a 3ª pior taxa de mortalidade. O aumento foi significativo: a taxa de mortalidade passou assim a ser de 19,33%, e não de 15,25%.
Mortes disparam no México.

Foi assim no dia 4. O país passou em mais de 250%, a taxa de mortalidade do pior dia já registado. Assim, o México registou 1092 mortes no dia 4 de Junho e elevou para mais de 11700 o número total de mortes. O país já passa os 101 mil casos.

Yemen, o país onde a morte anda à solta.

Com um dos países com o PIB mais baixo do mundo, o Yemen, onde as pessoas sobrevivem em média com 3€ e 21 por dia, faltam testes, faltam cuidados de saúde, falta tudo... menos a morte.
No dia de ontem registaram-se 34 casos e 8 mortes. Mas o número de casos deve-se ao reduzido número de testes. E o número de mortes também. No Yemen há 103 mortes em 453 casos. Ou seja, o país continua a ter a taxa de mortalidade mais alta do mundo, agora, 22,74%. Parecem poucos casos. Poucas mortes. Mas não poucas mortes se compararmos com o número de casos. Entretanto, longe, p'ra lá da Arábia Saudita, estes números nem se dão a conhecer num movimentador de massas.

Os países com uma taxa de mortalidade superior a 10%


Atualmente há 11 países que se encontram nesta situação. Confiramos os dados mais recentes, tendo em conta que os dados do México já pertencem ao dia 5, mas todos os restantes pertencem ao dia 4 ou anteriores, nos casos em que não se registaram novos casos.

PaísCasos - mortes totalCasos - mortes nas últimas 24 horasTaxa de mortalidade hojeTaxa de mortalidade ontem
Yemen353 - 10334 - 822,74%22,67%
Sint Maarten77 15- - 19,48%19,48%
França152444 - 29065767 - 4419,07%19,13%
Bélgica58767 - 954882 - 2616,25%16,23%
Itália234013 - 33689177 - 8814,40%14,37%
Reino Unido281661 - 399041805 - 17614,17%14,20%
Hungria3954 - 53923 - 513,63%13,58%
Países Baixos46942 - 5990209 - 1312,76%12,79%
México105680 - 125454442 - 81611,87%11,56%
Suécia41883 - 45621080 - 2010,89%11,13%
Bahamas102 - 11- - -10,78%10,78%


Comentar





Voltar página anterior